PROGRAMAÇÃO

PROGRAMAÇÃO OUTUBRO

PROGRAMAÇÃO OUTUBRO
26.10 – Carioca Trio
Com lirismo, swing e fantasia, Ronaldo de Freitas, mais conhecido como Carioca, Dimos Goudaroulis e Guello apresentam o concerto Uirapuru, nome em homenagem ao pássaro da Amazônia, cujo canto, segundo Carioca, traz a diversidade daquela região, bem como a alegria, as cores e o encanto de sua melodia. 
 
Trata-se de uma dimensão com estilos diferentes, traduz uma formação exótica lírica do cello, música escrita no estilo camerístico, sem esquecer os momentos de improvisação. No repertório, composições de Carioca: Quadrilha; Gafieira; Sambando; Bambuzal; Beija-flor; Ciranda; Orquídea; Boto Rosa; Igarapés; Amazônia; Forró; Vitória Régia.
19.10 – Badi Assad e convidados
O universo da criança e o que ela significa para o mundo são tema do espetáculo de Badi Assad e os convidados Fernanda de Paula (contadora de estória, voz e percussão), Beto Angerosa (percussão) e Carlinhos Antunes (violão, viola, cuatro e n’goni). Especialmente criado para esta ocasião, o repertório traz músicas infantis, como The being between & eu te amo tanto (Badi Assad); O sol já foi dormir (Badi Assad); Vamos nanar neném (Badi Assad); Bicharada (Badi Assad); Eu serei qualquer coisa por você (Badi Assad); Drume negrita (folclore cubano); Male betulia (folclore mexicano); Maria rosa (Carlinhos Antunes); Cantigas de Burkina(dom.popular); Baião de cinco (Gabriel Levy); O verde é maravilha (Rui Mauriti); História dito e feito (domínio público) será contada por Fernanda de Paula; Ai que saudade d’ocê (Vital Farias).
 
Com mais de oito CDs lançados em vários países, o mais recente Wonderland, de 2006, considerado pela BBC de Londres um dos 100 melhores álbuns do ano, e 27º destaque do ranking da Amazon.com, Badi Assad também já foi eleita uma das melhores violonistas do mundo, pela revista americana Guitar Player.
12.10 – Chris Stout e convidados
O escocês Chris Stout toca fiddle (violino) com o saxofonista e rabequeiro suíço residente no Brasil Thomas Rohrer e os brasileiros Carlinhos Antunes (violões e viola) e Rui Barossi (baixo acústico). No repertório, traz um encontro entre culturas: Wedding March (domínio popular Ilhas Shetland); Fisherman’s Prayer (Chris Stout); Turns (Greahame Stephen); Devil’s Advocate (Chris Stout); Pé Quebrado (Thomas Rohrer); Cinco pros Quatro (Thomas Rohrer); 872 (Thomas Rohrer); Baião de Cinco (Gabriel Levy); Latina (Carlinhos Antunes); Canção das Águas (Carlinhos Antunes). 
 
Nascido na ilha de Shetland, norte da Escócia, Chris Stout estudou violino e composição eletroacústica na Royal Scottish Academy of Music and Drama. Reconhecido como um dos melhores violinistas de música tradicional escocesa de seu país, é líder da banda Fiddler’s Bid e integrante das bandas Salsa Celtica, Finlay MacDonald Band e Celtic Feet. Desenvolve um trabalho de duo com a harpista Catriona MacKay e solo em música tradicional e eletroacústica.

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content