PROGRAMAÇÃO

PERFIL NELSON AYRES | MÚSICA NO MCB

PERFIL NELSON AYRES | MÚSICA NO MCB
Confira a homenagem do MCB a Nelson Ayres.

Foto: Tatyana Alves

#MÚSICANOMCB

 Museu da Casa Brasileira homenageia o músico Nelson Ayres

O pianista, regente e compositor Nelson Ayres é umas das personalidades mais importantes da música instrumental brasileira contemporânea, tendo composições autorais gravadas por artistas nacionais e internacionais célebres como Milton Nascimento, Herbie Mann, Monica Salmaso, César Mariano, Renato Braz, Kenny Kotwick, Joyce, Ivan Lins, Marlui Miranda, Daniel, entre outros.

As composições eruditas de Nelson têm sido executadas por grandes orquestras, solistas e grupos de câmara em todo o mundo como a Orquestra Sinfônica de Jerusalém, New York Symphony Brass Quintet, Ahn Trio, Henry Bok e Julliard Brass Quintet. O artista, inclusive, foi comissionado pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo para compor o Concerto Para Percussão e Orquestra, indicado ao Grammy Latino em 2011 como melhor CD de música clássica.

Ayres tocou e gravou com Benny Carter, Dizzy Gillespie, Toots Thielemans, Airto Moreira e Flora Purim, Ron Carter, Walter Booker, Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Edu Lobo, Simone, Nana e Dori Caymmi, Milton Nascimento, Gal Costa e muitos outros grandes nomes do jazz e MPB. Com César Camargo Mariano, estrelou em 1984 o espetáculo Prisma, primeiro show brasileiro a usar intensivamente recursos de computação aliados a instrumentos eletrônicos.

Nelson Ayres Trio toca Saci (Guinga / P.C. Pinheiro) Instrumental SESC Brasil, Fevereiro 2011 – com Alberto Luccas, baixo; Ricardo Mosca, bateria

Nelson Ayres Big Band toca Só Xote de Nelson Ayres, Instrumental SESC Brasil, Março 2017 – Trompetes: Nahor Gomes (solo), João Lenhari, Bruno Belasco, Rubinho Antunes; Trombones: André Tinoco, Fábio Oliva, Joabe Reis, Diego Calderoni; Saxofones: Cássio Ferreira, Mauro Rodrigues, Lucas XX, Carlos Alberto Alcântara, Ubaldo Versolato; Baixo: Alberto Luccas; Bateria: Ricardo Mosca

Nelson Ayres Trio toca Perto Do Coração de Nelson Ayres, Instrumental SESC Brasil, Fevereiro 2011 – com Alberto Luccas, baixo; Ricardo Mosca, bateria

PRINCIPAIS TRABALHOS

Ao longo de dez anos, foi maestro da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, além de vir regendo – também – outras orquestras no Brasil e no exterior, incluindo a prestigiosa Orquestra Filarmônica de Israel. Já como pianista, vem liderando o Nelson Ayres Trio – dividindo o palco com Monica Salmaso – e seguindo a trajetória do prestigioso quinteto instrumental Pau Brasil, existente desde 1978. Tendo esse último conquistado os títulos de Melhor CD e Melhor Grupo Instrumental no Prêmio da Música Brasileira (2013) com o CD Villa Lobos Superstar. Os CDs autorais de Ayres “Perto Do Coração”, “Mantiqueira” e “Paixão” são considerados grandes clássicos da música instrumental brasileira.

Desde 2015, é regente e membro do Conselho Artístico da Orquestra Jovem Tom Jobim, com 64 integrantes, dedicada a leituras sinfônicas de todas as vertentes da música brasileira. Seu projeto mais recente é a reedição da Nelson Ayres Big Band, que marcou época na década de 70 e renasce agora com 16 dos mais talentosos músicos de São Paulo.

Nelson Ayres também segue participando dos festivais de jazz europeus mais famosos se apresentando em trio, ao lado do saxofonista inglês John Surman e do vibrafonista norte-americano Rob Waring, com os quais gravou o CD Invisible Threads para a ECM, o mais prestigioso selo de música instrumental da Europa.

Acompanhe o trabalho do artista pelos canais:

Instagram | Facebook | Site

Cadeira De Balanço e Nelson Ayres tocam Vó Terezinha de Nelson Ayres, Auditório Ibirapuera, outubro 2010 – Alexandre Ribeiro, clarinete; Luizinho 7 Cordas, violão; Milton Mori, cavaquinho; Léo Rodrigues, pandeiro

Noite (Nelson Ayres)  com Monica Salmaso, Nelson Ayres e Teco Cardoso – direção Walter Carvalho, Março 2015

César Camargo Mariano e Nelson Ayres tocam April Child (Moacir Santos) – Memorial da América Latina 1990

Orquestra Jovem Tom Jobim toca Carinhoso (Pixinguinha) Gravação remota – Arranjo Nelson Ayres / direção Nelson Ayres e Tiago Costa / EMESP 2020

 

Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país realizada desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

Acompanhe o Museu da Casa Brasileira também pelas redes sociais.
Instagram | Facebook | Twitter | YouTube | LinkedIn | Spotify

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content