PROGRAMAÇÃO

PERFIL CARLINHOS ANTUNES | MÚSICA NO MCB

PERFIL CARLINHOS ANTUNES | MÚSICA NO MCB
Conheça a história do músico Carlinhos Antunes.

Foto por Roberto Aso

#MCBEMCASA

Carlinhos Antunes é uma das figuras consagradas na música brasileira e comemora 41 anos de carreira com trabalhos primorosos realizados ao redor do mundo

Músico formado pela Fundação de Artes de São Caetano e historiador formado pela PUC-SP, Carlinhos Antunes gosta de pesquisar sons de diversas partes do Brasil e do mundo. E foi assim que – em seus 41 anos de carreira – acabou passando por mais de 40 países sempre atuando como solista ou em grupo.

O envolvimento do artista com o cosmopolitismo é tanto que, em 2020, ele também comemora 18 anos de direção da Orquestra Mundana Refugi – anteriormente conhecida apenas como “Orquestra Mundana” – que hoje conta com 22 músicos de várias partes do mundo como: Brasil, Irã, Palestina, Síria, Congo, China, Cuba, França, Guiné, Tunísia, e Turquia.

Carlinhos carrega 25 trabalhos publicados entre CDs, DVDs, livros e documentários. E o menino que – aos sete anos de idade – encontrou um caminho para a música nas garrafas afinadas com água dentro do quintal de casa, hoje também toca violão, viola, triple, charango, cuatro, kora n’goni, saz, percussão variada, já tendo trabalhado com nomes igualmente grandes da música nacional e internacional como Tom Zé, Adoniram Barbosa, Jair Rodrigues, Oswaldinho do Acordeom, Isabel e Tita Parra (Chile), Pascal Lefeuvre (França), Tenores de Bitti (Itália) e muitos outros.

O artista faz turnês regulares pela América Latina, Europa e África, mas nem sempre atuou apenas com a música. A história de Carlinhos com arte e cultura passa pelos cargos de Secretário da Cultura da Prefeitura de Diadema (82); coordenador do Projeto Adoniram Barbosa (96/97); assessor cultural do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas (87/89); criador e diretor artístico dos projetos: Tersarau, Encontro é Tempo, Sanfonia da Metrópole, Festa Lorca, Latinidades, Orquestra Mediterranêa e São Paulo dos Povos; diretor da MUSICAMP (Assoc. Músicos de Campinas) (89); professor de música e cultura brasileira em Casablanca, Marrocos e Madri, Espanha (90-94); criador e diretor do projeto Mostra Instrumental Paulista, no Museu do Telefone do Rio de Janeiro (99); precursor do Projeto Sem Fronteira pelo CPV de São Paulo (86/87) e produtor-apresentador do programa Axis Mundi na Rádio Brasil 2000 FM (2001-2003).

Abaixo, você confere os demais trabalhos realizados pelo artista – que também tem bastante conteúdo divulgado no canais do Youtube e Spotify:

CDs, DVDs e Documentários gravados no Brasil e exterior

CD Caravana Refugi  Selo Circus- 2019

CD Orquestra Mundana Refugi- ao vivo Selo Sesc- 2018

CD Kerlaveo – dezembro de 2017

Violeta Terna Y Eterna – 2016

Sobre Todas Cordas- set 2014

Violeta Terna e Eterna- out 2014

Muvuca (selo Daqui-França)- 2011/2012

Live in Glasgow (Escócia) – 2011/2012

Ópera das Pedras- 2011- Selo Sesc – com Badi Assad, Naná Vasconcelos

Quarteto Original – Antunes, Rohrer, Barossi, Stout-2010-Escócia-Brasil

Carlinhos Antunes e Pascal Lefeuvre Duo-2006-França-Brasil

Trio Atlântico-2007-França-inédito

Orquestra Mundana ao vivo-2006-Brasil-Tratore

Orquestra Mediterrânea ao vivo-2006-Brasil-Selo Sesc

Mundano-2003-Brasil-Lua Music

Paisagem Bailarina-1996 e 2002-Brasil-Lua Music

Samambaia-1992- Espanha- Dodo Records

Mama Hue- Grupo Taráncon- 1987- músico e arranjador- Continental

DVDs e Documentários

DOC.Orquestra Mundana Refugi – Sesc Tv- novembro de 2017

Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana- ao vivo no Aud. Ibirapuera-2010

Barka-Documentário -2010- sobre música e educação na Africa-SESCTV

Sete dias em Burkina – 2008- sobre música e educação na  Africa-SESCTV

Orquestra Mediterrânea-2006- selo SESC-

Índios Kalapalo-2006-selo SESC- trilha sonora com Sergio Bartolo.

Livros

Canções de Chuva, Terra e Desejo- 2019 Pialc-editora

Sem Fronteiras-1985-1987-seis livretos-CPV-música do mundo

Inúmeros textos sobre história e música

 

Durante o período da quarentena ocasionada pela pandemia de COVID-19, o músico também  produziu os vídeos mosaicos da Orquestra Mundana Refugi; A música “As Caravanas”, com apresentação do próprio autor, Chico Buarque, além do clássico “Bella Ciao”.

Recentemente, Carlinhos também se uniu ao acordeonista Gabriel Levy para fazer os arranjos de coro e orquestra (USP) dedicados à música Paratodos, de Chico Buarque. Neste trabalho, solam: Chico, Anastácia, Kauê Guajajara, Negra Li e Taynara Guarani M’ Bya. O projeto tem previsão de lançamento em 7 de setembro, pelo Museu Paulista e pelo Sesc SP.

 

Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo que completa 50 anos em 2020, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país realizada desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

O MCB está fechado temporariamente. No atual cenário, o MCB adapta seu conteúdo para o digital, disponibilizando diversos materiais em sua campanha #MCBemcasa e na plataforma #CulturaemCasa. Entre os conteúdos lançados, há visita virtual, playlists, artigos e atividades nas redes sociais. Acompanhe!

SITE: mcb.org.br/
Museu da Casa Brasileira_ Av. Faria Lima, 2705
Tel.: (11) 3032-3727

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content