PROGRAMAÇÃO

PERFIL AMILTON GODOY | MÚSICA NO MCB

PERFIL AMILTON GODOY | MÚSICA NO MCB
Confira a homenagem do MCB a Amilton Godoy.

Foto: Dani Godoy

#MÚSICANOMCB

Confira a homenagem do MCB ao músico Amilton Godoy

Considerado um dos maiores pianistas do mundo, Amilton Godoy começou sua jornada ainda cedo no interior paulista. Bauruense, nasceu em uma família tradicional de músicos. Ao longo da vida, os sons do alaúde do avô, do violino do pai e do trompete do tio acompanharam a história do músico, que começou a estudar piano clássico por meio de aulas particulares e logo partiu para a capital por indicação de sua professora Nilda Marchioni, a qual – curiosamente – negou-se a dar aulas para Amilton e seus irmãos anos antes pelo motivo de os jovens saírem tocando música popular pela cidade de Bauru (SP).

“Olha, esse menino precisa ir embora daqui. Eu não tenho muito a acrescentar a ele”, foi a frase usada por Nilda ao indicar a escola Magdalena Tagliaferro para os pais da família Godoy. Não demorou muito até que Amilton fosse aceito como aluno da instituição e passasse a viajar seis horas e vinte minutos de trem semanalmente para estudar em São Paulo (SP). Formado, venceu importantes concursos de música; mas esse – ainda – era só o pontapé inicial na carreira do pianista.

Durante seus estudos, Amilton Godoy passava 11 horas por dia se dedicando à música erudita, mas foi a música popular que o escolheu. Em seu extenso currículo, o instrumentista realizou trabalhos ao lado de Elis Regina, Elizeth Cardoso, Baden Powel, Milton Nascimento, Wilson Simonal, Jair Rodrigues, Jacob do Bandolin e outros grandes nomes da MPB, com os quais viajou o mundo protagonizando seu samba jazz com improvisos contagiantes, conquistando reconhecimento nacional e mundial.

Como maestro e arranjador, produziu inúmeros discos; já como solista, tem sido convidado de orquestras regidas por maestros brasileiros célebres como Júlio Medaglia, Chiquinho de Moraes e Simon Bleche e Tiago Costa.

Em 1973, fundou – ao lado de Rubens Barsotti (baterista), Luiz Chaves (baixista) e João Ariza (baterista) – o Centro Livre de Aprendizagem Musical – CLAM, em São Paulo (SP), no qual – hoje – é o único diretor e responsável por uma extensa metodologia musical com dezenas de métodos editados. Em 2012, iniciou um trabalho ao lado do jovem gaitista Gabriel Grossi para o CD “Villa Lobos Popular”, que segue frequentemente em turnê até os dias de hoje.

Projeto Villa Lobos Popular, com Gabriel Grossi. Tocando Passarim (Tom Jobim) na Sala Cecília Meirelis, RJ.

ZIMBO TRIO

Alguns dos trabalhos mais marcantes de Amilton Godoy se deram ao lado do famoso “Zimbo Trio”, formado em 1964 a partir do convite de Rubinho Barsotti. Assim, o grupo se tornou extremamente importante para a o cenário artístico brasileiro, tendo gravado 51 discos editados em mais de 22 países.

Ao lado do trio, Godoy ganhou prêmio nacionais e internacionais como o de melhor grupo instrumental pelo “Pinheiro de Ouro” (três vezes); o “Roquete Pinto”, no Festival del Disco Internacional de Mar del Plata (Argentina); “Melhor Grupo Instrumental” pelo Prêmio Sharp de Música (1994); Prêmio TIM (2008); Prêmio da Música Brasileira (2012), com o CD Zimbo Trio Autoral, e mais.

Atualmente, a banda Zimbo Trio leva o nome de “Amilton Godoy Trio” – já que o músico é único membro restante da formação original – e segue homenageando a história construída desde a década de 60.

Vídeo antigo com Zimbo Trio (anos 80), com Dominguinhos e Heraldo do Monte.

Lançamento do CD “Amilton Godoy Trio – Tributo ao Zimbo Trio”, Itaú Cultural, 07 de março de 2019.  Amilton Godoy (piano), Edu Ribeiro (bateria) e Sidiel Vieira (baixo).

PROJETOS RECENTES

Durante a pandemia, realizou apresentações online – em parceria com a campanha #CulturaEmCasa – além de participar do Festival Pianíssimo de Joinville em setembro de 2020. Em 2021, em comemoração aos seus 80 anos, foi premiado por uma série de seis shows virtuais que homenagearam grandes nomes como Villa-Lobos, Ary Barroso, Elis Regina, Elizeth Cardoso, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Baden Powell, Edu Lobo, Chico Buarque, Carlos Lyra e Milton Nascimento. Recentemente, também foi convidado para ministrar aulas remotas na Berklee College of Music.

4º episódio da série de shows – Homenagem a Tom, Vinicius e Baden.

Piano Solo/ Virada Cultural Paulista Salto #CulturaEmCasa/ 2020.

AMILTON GODOY – 80 ANOS

Em abril, iniciou a preparação de seu novo disco “Amilton Godoy – 80 anos”, contemplado pelo ProAC. Assim, o pianista chega ao marco de seu 67º LP, que será lançado em uma apresentação presencial no Teatro Sérgio Cardoso no dia 28 de outubro, às 21h.

Em novembro, ocorrerão mais duas apresentações do projeto. A primeira, no dia 06 de novembro, no Teatro Municipal de Bauru, e a segunda acontecerá em uma live especial no canal do YouTube de Amilton, no dia 26 de novembro, às 21h.

Acompanhe as redes sociais do artista:

Site | Facebook | Instagram | Spotify | YouTube

 

Sobre o MCB

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país realizada desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

Acompanhe o Museu da Casa Brasileira também pelas redes sociais.
Instagram | Facebook | Youtube | LinkedIn

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content