PROGRAMAÇÃO

MÚSICA NO MCB | FESTIVAL JAZZMIN’S – MULHERES NA MÚSICA

MÚSICA NO MCB | FESTIVAL JAZZMIN’S – MULHERES NA MÚSICA
De 24 a 27 de março, de quarta-feira a sábado. Programação virtual.

Fotos: Jazzmin’s Big Band

#MÚSICANOMCB

O Festival Jazzmin’s leva ao público apresentações musicais, palestras e mesas redondas durante quatro dias.

Em comemoração ao mês das mulheres, o Museu da Casa Brasileira – uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo – apoia institucionalmente a realização do Festival Jazzmin’s: Mulheres Na Música, que acontece entre os dias 24 e 27 de março – sempre a partir das 19h pelo Youtube da banda.

Jazzmin’s Big Band é um grupo musical parceiro do MCB e composto por 17 mulheres que vêm inovando no cenário musical desde 2016, quando consolidaram um trabalho pioneiro como banda instrumental exclusivamente feminina em um universo majoritariamente masculino. A formação ainda se destaca pela sonoridade particular, que une vibrafone, clarinete, clarone, trompa e flautas a instrumentos tradicionais de uma big band.

O festival conta com o Edital ProAC 60-2020 eixo Premiação, Mostras e Festivais e terá sua realização ao longo de quatro dias com uma programação repleta de músicas nacionais e autorais, palestras e mesas redondas que buscam conscientizar sobre o papel da mulher na música e aprofundar os debates acerca da desigualdade de gênero nas artes.

SERVIÇO
24 de março, quarta-feira, às 19h
Transmissão: Youtube Jazzmin’s
Apresentação musical & Palestra. Tema: Arte, mulher e periferia.
Com: Bel Santos Meyer

25 de março, quinta-feira, às 19h
Transmissão: Youtube Jazzmin’s
Apresentação musical & Mesa redonda. Tema: Mulher e a universidade.
Com: Viviane Louro (PcD – UFPE); Graziela Bortz (UNESP); Eliana Monteiro (USP) e Thais Nicodemo (UNICAMP).
Mediação: Camila Bomfim.

26 de março, sexta-feira, às 19h
Transmissão: Youtube Jazzmin’s
Apresentação musical & Mesa redonda. Tema: Mulher e a performance.
Com: Vana Bock; Cássia Carrascoza; Joana Queiroz e Anette Camargo.
Mediação: Paula Valente.

27 de março, sábado, às 19h
Transmissão: Youtube Jazzmin’s
Apresentação musical & Mesa redonda. Tema: Mulheres e composição.
Com: Catarina Domenici; Julia Teles; Patrícia Lopes e Julia Tzumba.
Mediação: Lis de Carvalho.
Acessível em libras.

Confira abaixo o currículo das participantes do evento:

Sobre Paula Valente
Saxofonista e flautista da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Como solista convidada, tocou com a Orquestra Sinfônica do estado de São Paulo (OSESP), no PROMS, importante festival que acontece em Londres e também com a Orquestra Sinfônica de Bari (Itália). Graduada em composição e regência pela UNESP, com mestrado e doutorado pela USP com especialidade em temas voltados à linguagem da música popular. Suas pesquisas de doutorado versam sobre a improvisação e o choro, comparando estilos e investigando os novos rumos da linguagem musical brasileira, principalmente a relacionada ao improviso. Também atua como professora da EMESP – Tom Jobim e diretora artística e fundadora da Jazzmin’s Big Band.

Sobre Lis de Carvalho
Pianista, arranjadora, compositora, bacharel em Piano pós-graduada em Música Popular, leciona Piano Popular e Harmonia na EMESP e Faculdade Mozarteum de São Paulo. Tocou com Bocato, Celso Pixinga, Conrado Paulino, Lula Galvão, Mané Silveira, Paulo Moura, Raul de Souza, Ritchie,  Roberto Sion,  Sérgio Dias, Tetê Spíndola, Vânia Bastos, Walter Franco, dentre outros. Participou como pianista/tecladista e compositora do Grupo Kali    e do Grupo vocal Tom da Terra, cujo CD “Brasil Branco Negro” foi indicado ao Prêmio TIM. Tem suas composições gravadas em 8 CDs e 3 DVDs ao lado de Celso Pixinga, participação nas gravações dos CDs de Bocato, Faíska, Giba Favery, Léa Freire, Tato Mafuz. Gravou seu CD Caminho de Dentro com Célio Barros e Giba Favery e gravado no Sesc Instrumental. Pianista e diretora artística da Jazzmin’s Big Band.

Sobre Camila Carrascoza Bomfim
Professora e pesquisadora, atua na área de musicologia e educação musical. Doutora em Música (2017) pela Unesp, participa de congressos nacionais e internacionais, apresentando trabalhos acadêmicos em diversos países. Escreve livros na área de educação desde 2015, sendo autora de coleção aprovada pelo PNLD – Programa Nacional de Livros Didáticos. É professora de música da Emesp – Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim, integrante do grupo de pesquisa NOMOS, Núcleo de Musicologia Social do Instituto de Artes da UNESP (CNPq), e contrabaixista da Orquestra Jazz Sinfônica Brasil do Estado de São Paulo.

Sobre Bel Santos Mayer
Educadora social, mestranda do Programa de Pós-graduação em Turismo da Escola de Artes, Cultura e Humanidades da USP (PPGTUR/EACH/USP) pesquisando as relações entre Turismo, Mobilidades e Leitura a partir de uma biblioteca comunitária. Bacharel em Turismo, Licenciada em Ciências Matemáticas, tem especialização em Pedagogia Social. Desde os anos 1980 atua em organizações não governamentais facilitando processos de criação de Centros de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes (CEDECAs) e de bibliotecas comunitárias gerenciadas por jovens. Foi uma das criadoras e coordenadoras do Prêmio Educar para a Igualdade Racial do CEERT. É empreendedora social da Ashoka, docente de “Mediação de Leitura” na pós-graduação Literatura para Crianças e Jovens do Instituto Vera Cruz e coordenadora do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (IBEAC). É co-gestora da Rede LiteraSampa, finalista do Prêmio Jabuti 2019. Foi curadora da 11ª Edição do Prêmio São Paulo de Literatura. Prêmios recebidos: Retratos da Leitura no Brasil-2018; Estado de São Paulo para as Artes-2019; 67° Prêmio APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes na categoria “Difusão de Literatura Brasileira”.

Sobre Viviane Louro
Docente do departamento de música da Universidade Federal de Pernambuco. Doutora em Neurociências pela UNIFESP; Mestre em música pela UNESP; Bacharel em piano pela FAAM. Possui 23 prêmios nacionais entre concursos de piano, projetos sociais e publicações em congressos. Autora de 6 livros sobre educação musical inclusiva e um HQ sobre neurociências e música. Na UFPE coordena uma Liga e uma pós de neurociências e um projeto de extensão para o cuidado da saúde mental do estudante de música.

Sobre Graziela Bortz
Professora do Departamento de Música no Instituto de Artes da Unesp. Desenvolve pesquisas financiadas pela Fapesp e SEMPRE (Inglaterra) em habilidades cognitivas e sociais de jovens e crianças treinadas em música. Foi trompista (OSPA e Theatro Municipal de São Paulo) e coordenadora pedagógica da Emesp -Tom Jobim.

Sobre Eliana Monteiro da Silva
Pianista e Pesquisadora-Colaboradora na ECA-USP. Como profissional, busca divulgar composições de mulheres na música erudita. Integra os grupos “Sonora – músicas e feminismos”, “Polymnia” e “MyGLA”, além do Duo Ouvir Estrelas, com a cantora Clarissa Cabral.

Sobre Thais Nicodemo
Docente do Departamento de Música do Instituto de Artes da UNICAMP, onde se titulou Mestre e Doutora em Música; é responsável pelas disciplinas de Piano Popular, que integram o “Laboratório de Piano” e Percepção Musical. Atua em pesquisas no campo de estudos da música popular, nas linhas de “Performance Musical” e “Música, Cultura e Sociedade”. É pianista e compositora que atua em trabalhos artísticos ao lado de músicos como Juçara Marçal, Kiko Dinucci, Manu Maltez, Alessandra Leão, Tarita de Souza, entre outros.

Sobre Vana Bock
Formada na Escola Municipal de Música, tendo como professores Gretchen Miller, Ricardo Fukuda e Antônio Del Claro. Ex-integrante da Orquestra Experimental de Repertório, Camerata Fukuda, Orquestra Jazz Sinfônica e chefe de naipe da Orquestra Municipal de Jundiaí. Bolsista da Fundação Vitae especializando-se em violoncelo e música de câmara na Academia Ferenc Liszt, em Budapeste – Hungria. Violoncelista da Orquestra Sinfônica da USP (OSUSP) e professora de violoncelo da EMESP. Mestrado em Performance Musical na ECA- USP.

Sobre Cássia Carrascoza
Primeira flautista da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo, da Orquestra Jazz Sinfônica e da Camerata Aberta. Desenvolveu trabalhos no IRCAM, UC – Riverside, Pontificia Universidad Católica de Chile. Professora Dra. do Departamento de Música da FFCLRP- USP.

Sobre Joana Queiroz
Clarinetista, saxofonista e compositora. Já dividiu o palco e/ou os estúdios com nomes como Hermeto Pascoal, Arrigo Barnabé, Egberto Gismonti, Joyce, Ceumar, Virgnia Rodrigues, Carlos Aguirre e Gilberto Gil, entre muitos outros. Dentre os trabalhos que participa destacam-se o grupo Quartabê.  Integrou a Itiberê Orquestra Família, gravando três discos apresentando-se por cidades do Brasil e da América Latina. Participou da gravação do disco “Mundo Verde Esperança” de Hermeto Pascoal e grupo, e de shows do lançamento do mesmo. Tem 4 Cds autorais.

Sobre Anette Camargo
Cantora e pianista, possui formação erudita e popular. Entre seus professores figuram a cantora Jane Duboc, Lis de Carvalho e Ulisses de Castro. É responsável pela concepção, arranjo e direção musical de seus shows, cujo repertório inclui suas composições autorais. Fez apresentações na Fundação Ema Klabin, Auditório Cláudio Santoro, SESCs, Blue Note Sp, Festival de Inverno de Paranapiacaba, teatros, festivais e casas de shows. Faz direção musical do projeto Motown Songs – O Tributo e arranjadora, compositora, cantora e pianista do Projeto Tânia Maria.

Sobre Catarina Domenici
Pianista, compositora e pesquisadora, Professora Titular do Departamento de Música da UFRGS e docente do Programa de Pós-Graduação em Música. Recipiente de bolsas de estudos do CNPq e da Chautauqua Institution, Mestra e Doutora em Performance na Eastman School of Music, assistente de Rebecca Penneys e recebeu o Performer’s Certificate e o Lizzie Teege Mason Award de melhor pianista. Tem 20 CDs premiados da APCA e Troféus Açorianos. Compositora, com duas indicações de melhor trilha sonora ao Prêmio Açorianos de Dança e indicada ao Prêmio Açorianos de Música na categoria melhor compositor erudito pelo CD Homage: compositoras do Brasil e Itália. Nos Estados Unidos foi docente no Chautauqua Music Festival, SUNY at Buffalo, Eastman School of Music, Eastman Community School, Nazareth Music College e Finger Lakes Community College. Foi a primeira Presidente da Associação Brasileira de Performance Musical (ABRAPEM).

Sobre Julia Teles
Compositora, editora de som e thereminista. Seus trabalhos incluem composição de música experimental, improvisação, trilha sonora para filmes e teatro e finalização de som para filmes. Fez parte do coletivo NME, que entre 2011 e 2018 produziu diversos concertos e uma revista online (linda) sobre cultura eletroacústica e experimentalismo. Após concluir a graduação em Composição eletroacústica pela Unesp, realizou curso de composição sobre suporte analógico com Annette Vande Gorne, em Ohain, Bélgica. Concluiu, em 2020, uma pós-graduação em Música e Imagem na Faculdade Santa Marcelina, e atualmente cursa o mestrado no programa TIDD na Puc-SP. Também em 2020, lançou o álbum “Teia”, em parceria com Inés.

Sobre Patrícia Lopes
Compositora e pianista brasileira, compositora do ciclo de canções O Feminino Em Pessoa e o ciclo de composições instrumentais Jardim Das Flores. Ganhou prêmio de composição pelo LunArt Festival em Madison, EUA em 2020 e pelo Music and Stars Awards com o vídeo que compõe este ciclo.

Sobre Julia Tzumba
Formada no Teatro Universitário da UFMG, em Jornalismo pela PUC Minas, mestra e doutoranda em Artes Cênicas, cantora e percussionista, Júlia começou seus estudos artísticos aos 10 anos de idade. É atriz da Companhia Burlantins e uma das idealizadoras da Mostra Benjamin de Oliveira. Também integra o Coletivo Negras Autoras, atuando como compositora, cantora e instrumentista. É regente e ministra aulas de percussão na Associação Cultural Tambor Mineiro e integrou o elenco dos musicais: “Elza”, “O Frenético Dancin Days”, “Oratório”, “NEGR.A”, “ERAS”, “Clara Negra”, “Madame Satã”, “Zumbi” e “O Negro, a Flor e o Rosário.

Sobre Jazzmin’s Big Band
Grupo idealizado pela saxofonista Paula Valente e pela pianista Lis de Carvalho que, inspiradas por suas experiências como professoras da EMESP, perceberam a necessidade e importância de abrir espaços para a expressão feminina dentro da música instrumental. Surgiu no final de 2016 durante a 7ª edição do Festival Jazz na Fábrica no SESC Pompeia e se tornou pioneiro ao criar uma formação exclusivamente feminina. Reunindo 17 instrumentistas de várias tendências musicais e de diferentes gerações, em 2018, foram vencedoras do PRÊMIO PROFISSIONAIS DA MÚSICA na categoria ‘Orquestras’. Em março de 2019 abriram a Serie TUCCA Concertos Internacionais com a clarinetista israelense Anat Cohen Vencedoras ProAc Edital SP – Gravação CD e circulação e em outubro de 2020 foram convidadas a participar do 2º Rio Montreux Jazz Festival.

Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, dedica-se, há 50 anos, à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país realizada desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

SERVIÇO:
Festival Jazzmin’s – Mulheres na Música
De 24 a 27 de março, de quarta-feira a sábado
Horário: sempre às 19h
Transmissão via Youtube Jazzmin’s Big Band
Participação gratuita

O Museu da Casa Brasileira continua realizando atividades virtuais pela campanha #MCBEmCasa. Fique atento a novidades pelas redes sociais.
Instagram | Facebook | Twitter | Youtube LinkedIn

SITE: mcb.org.br/
Museu da Casa Brasileira
Av. Brig. Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano, São Paulo
Tel.: (11) 3032-3727

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content