PROGRAMAÇÃO

MOSTRA | CARLOS MOTTA

Alusão aos 25 anos de carreira do arquiteto e designer de móveis Carlos Motta, a exposição trouxe peças industrializadas, bem como cadeiras, poltronas, mesas e bancos de produção inteiramente artesanal. Marcou ainda o lançamento do livro “Carlos Motta”, da Editora DBA. Expôs 35 peças representativas do talento do autor, assim como suas preocupações ecológicas e culturais.

A mostra apresentou peças industrializadas, como a linha Flexa e a cadeira São Paulo – primeiro Prêmio MCB de 1987, ícone de seu trabalho. Trouxe poltronas, mesas, cadeiras e bancos produzidos artesanalmente no ateliê do designer. Além das peças feitas em escala, a mostra apresentou também as que foram elaboradas sob encomenda para museus, igrejas, centros esportivos e culturais e a série “Redescobrimento”, composta com madeiras reutilizadas de demolições de obras.

Formado em arquitetura, Carlos Motta intitula-se um apaixonado pelo cheiro e pela forma da madeira. “Desde criança, tudo na madeira me interessava. O cheiro, as cores, a forma, o corte da ferramenta. Tudo era prazeroso”, costuma dizer. Da paixão infantil surgiram os primeiros objetos: estilingue feito com forquilha de jabuticabeira, carrinho de rolimã e casa de cachorro. Logo veio a primeira peça: uma espreguiçadeira bonita e bem estruturada, confeccionada a partir de cabos de enxada feitos de guatambu – uma madeira roliça, clara e forte – garimpados em uma loja de ferragens.

A mostra teve curadoria de Mara Gama, cenografia de Bartira Ghoubar e apresentou ainda um lado pouco divulgado de Carlos Motta: sua atuação como arquiteto, envolvido em projetos comprometidos com a redução do impacto ambiental da ação humana sobre a natureza.

Visitação: de 23 de abril a 30 de maio

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content