PROGRAMAÇÃO

Prêmios do Design Nórdico

O Evento faz parte da exposição Prêmios do Design Nórdico em cartaz no Museu da Casa Brasileira até 15 de janeiro de 2012. Será realizado um seminário sobre design contemporâneo, com a presença da designer Ewa Cumlin, diretora da Svensk Form (Swedish Society of Crafts and Design), do norueguês Torbjørn Anderssen, do escritório de design Anderssen & Voll e da jornalista Adélia Borges. Os temas serão o papel das premiações nas carreiras dos designers e o alcance dos prêmios fora dos países de origem. O seminário ocorre uma semana após a abertura do 25o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira e representa uma oportunidade de estabelecer um diálogo entre a produção brasileira e a dos países nórdicos.

A designer e produtora cultural Ewa Kumlin dirige a mais antiga instituição governamental de design e artesanato dos países nórdicos – desde 1845 – sempre com o objetivo de promover encontros entre profissionais de diferentes campos da cultura contemporânea e o papel do desenho de qualidade no desenvovimento da sociedade. Ela morou em cidades como Paris, New York, Atenas, Tóquio e Brasília e usa essa faceta multicultural para promover projetos não só de design como cultura e literatura. Publicou um livro com histórias familiares e escreve artigos para revistas suecas sobre design e artes plásticas. No começo dos anos 90, Ewa organizou cruzeiros literários com escritores e tradutores. Em 1999, quando morava em Tóquio, criou um evento para promover o estilo sueco entre os japoneses e, em 2004, fez o caminho de volta, promovendo a cultura nipônica em Estocolmo.

Torbjørn Anderssen, do escritório Anderssen & Voll ganhou notoriedade como criador de mobiliário quando ajudou a fundar o trio Norway Says. Quando um dos sócios saiu, em 2009, Anderssen e Espen Voll reorganizaram o escritório em Oslo. Mesmo com pouco tempo de vida, o Anderssen & Voll tem várias empresas de mobiliário como a Swedese, Classicon, Offecct, Muuto e a LK Hjelle como clientes, mas o trabalho da dupla alcança outras áreas como a de telefonia para a Nokia e a indústria têxtil para a Kvadrat.

Uma das peças de mobiliário mais conhecidas do escritório é a cadeira e a otomana Eva. Foram desenhadas para o Juvet, um hotel paisagístico com sete cabanas na Noruega, com amplas janelas que deixam o hóspede no “meio” da floresta. O conjunto de peças Eva, esculpidas em monoblocos de toras, buscaram inspiração em arquétipos folclóricos da Noruega e foram construídas com técnicas tradicionais de trabalho em madeira com modernas tecnologias têxteis para deixar a cadeira esticar ou contrair em qualquer posição ou direção.

Desde o dia 8 de novembro, o Museu da Casa Brasileira abriu ao público a exposição Prêmios do Design Nórdico, que faz parte do programa oficial do Helsinki World Design Capital 2012, ano em que Helsinque será a capital mundial do design. A mostra revela as diferentes vertentes do design da Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia e reúne trabalhos de designers que, nos anos recentes, foram agraciados com os 12 mais prestigiados prêmios desses países. A exposição Prêmios do Design Nórdico – que fica até 15 de janeiro de 2012 –, integra a Invasão Nórdica, uma série de eventos dedicados à cultura dos países escandinavos, em várias cidades do Estado de São Paulo, uma iniciativa das embaixadas da Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia e do Instituto Cultural da Dinamarca.

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content