PROGRAMAÇÃO

CURSOS E OFICINAS | História do Móvel – Cimo

CURSOS E OFICINAS | História do Móvel – Cimo

Parte do curso História do Móvel no Brasil, constou de palestra de Angélica Santi sobre a experiência da Móveis Cimo.Angélica Santi Formada pela Faculdade de Artes Plásticas da FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, em 1973, concluiu em 2000 sua pós-graduação na FAU-USP. Sua experiência nesse ramo de atividade tem início em 1968, na indústria de móveis Unilabor. Coordena na Oficina de Arte e Design o Projeto de pesquisa para o programa PIPE da Fapesp: Design e Industrialização do Mobiliário (em andamento). Ministra aula de “Design do Móvel” na Oficina de Arte e Design – 1988 a 2004. Foi membro da comissão julgadora do XII e XIII Prêmio Museu da Casa Brasileira. Móveis Cimo S.A Criada pelos irmãos Zipperer, descendentes de imigrantes vindos da região da Boêmia, a indústria de Móveis Cimo S.A. representa um dos marcos mais significativos entre a herança artesanal e o início da produção seriada no Brasil. A empresa tem início em 1912, na cidade de Rio Negrinho (SC) – hoje um dos maiores pólos moveleiros do país-, como serraria e fábrica de caixas. Em 1921 inicia a produção de cadeiras, cuja fábrica nasce do aproveitamento das aparas de imbuia, resíduo da fábrica de caixas, para serem comercializadas nos centros urbanos iniciando por São Paulo e Rio de Janeiro. Às duas premissas iniciais, o aproveitamento do material e a comercialização nos maiores centros urbanos do país, somam-se outras inerentes a um produto de qualidade destinado à produção em escala. É pioneira na introdução da tecnologia da laminação diferenciando-se de seus concorrentes. Seu produto, durante anos, domina o mercado nacional de móveis para instalações comerciais e institucionais, com repercussão na América Latina. Foi a maior produtora de cadeira para cinemas do Brasil e pioneira na política de reflorestamento.

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content