Dia das Crianças

Dia das Crianças

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, realiza programação especial no dia das crianças, domingo, 12 de outubro. Às 11h, haverá show da Orquestra da 1ª Escola de Congo de São Benedito do Erê com o músico Quintino Bento, regidos por Sergei Eleazer de Carvalho. Às 14h, acontece a oficina educativa Cobra Criada, que propõe a criação de cobrinhas de brinquedo inspiradas na sucuri gigante instalada no jardim do MCB.

O show de Quintino Bento com os jovens músicos da Escola de Congo faz parte da programação da 15ª edição do projeto Música no MCB, que traz apresentações musicais de qualidade ao terraço do museu em todos os domingos às 11h, com entrada gratuita. O espetáculo O Sopro do Espírito Santo, uma ópera popular em dois atos, reúne o tradicional e o contemporâneo em cantigas centenárias, dança, história e toques de tambor. Baseadas em pesquisa elaborada ao longo de 10 anos por Quintino Bento, as composições retratam o universo cultural das congadas, ritmo nascido do sincretismo afro-brasileiro que apropria elementos do candomblé e da religião católica. No programa da apresentação, temas instrumentais e canções que remetem ao folclore da região do Vale do Paraíba, seguidos por um cortejo com a participação do público no encerramento.

Um pouco depois, às 14h, a oficina Cobra Criada estimula as crianças a desmitificar o lugar da arte dentro dos museus ao resgatar a exposição Entreato para Crianças, organizada por Lina Bo Bardi em 1985, no SESC Pompeia. Durante a edição de setembro do programa educativo Uma Tarde no Museu, que foi inspirada na mostra Maneiras de expor (em cartaz no museu, sobre a arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi), a artista Marcia Benevento recriou no jardim do MCB uma sucuri gigante que desenhará a pedido de Lina Bo Bardi para a mostra de 1985. A obra será o modelo para as crianças criarem pequenas cobras de brinquedo.

As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas pelos números (11) 3032 2499 / 3032 3727 ou e-mail: agendamento@mcb.org.br. A indicação etária é a partir de 7 anos( crianças menores de 12 anos devem ser acompanhadas por pais ou responsáveis).

Além das atrações especiais, o público poderá visitar também no dia as exposições temporárias e de longa duração do MCB. As mostras temporárias em cartaz são Maneiras de expor:arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi e “Hugo França – Resgate na Natureza”. Será possível conhecer ainda as exposições em cartaz por tempo indeterminado no museu. Coleção MCB reúne móveis e utensílios representativos da casa brasileira do século 17 ao 21, e A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado retrata um importante capítulo do desenvolvimento paulistano entre o final do século 19 e meados do século 20 a partir do cotidiano e da trajetória dos moradores originais da casa que hoje abriga o MCB: o casal Fábio Prado e Renata Crespi.


Sobre a mostra Maneiras de expor: arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi

Em cartaz até 9 de novembro no MCB, a exposição traz desenhos, cartazes e fotos originais de mostras realizadas por Lina Bo Bardi, além de 6 exemplares dos famosos cavaletes de vidro criados pela arquiteta. A partir da pesquisa feita em documentos e fotografias foram construídos expositores em escala, montando ambientações que transformam as salas do MCB em modelos de aproximação de exposições como “Caipiras, capiaus: pau-a-pique”, “Bahia no Ibirapuera”, além das pinacotecas do MASP 7 de Abril e MASP Paulista.

“Apresentações de acervos, coleções e mostras temporárias de Lina Bo Bardi expuseram arte antiga, moderna, popular, objetos arqueológicos, esculturas, objetos industrializados; cultura material e imaterial. Organizadas em arranjos intrigantes e misturando criticamente o conceito entre essas categorias, suas mostras visavam sempre à experiência do observador, buscando surpreendê-lo, convidando-o a interagir através da evocação dos sentidos”, destaca o curador da mostra, Giancarlo Latorraca.


Sobre a mostra Hugo França – Resgate na Natureza

O designer Hugo França, reconhecido por seu trabalho de mais de 20 anos com o reaproveitamento criativo da madeira proveniente de árvores mortas recolhidas na natureza, retorna ao MCB com uma mostra inédita, 10 anos depois da sua primeira exposição no museu. Até 19 de outubro, no jardim da instituição, ficam em cartaz 15 itens, entre casulos, esculturas, mesas e bancos de variadas dimensões.


Sobre o Museu da Casa Brasileira

O Museu da Casa Brasileira se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Dentre suas inúmeras iniciativas, destaca-se o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, realizado desde 1986, e o projeto Casas do Brasil, que promove um inventário sobre as diferentes tipologias de morar no país.

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h

Skip to content