Crítica da experiência como mercadoria no Campo do Design

O trabalho propõe a revisão do termo design da/para experiência a partir da investigação da questão pelo O trabalho propõe a revisão do termo design da/para experiência a partir da investigação da questão pelo viés da crítica social. Postula a hipótese de que não é possível se projetar “para” nem “a” experiência, argumentando que seu significado é reduzido e instrumentalizado ao tratar a
experiência como mercadoria. A análise crítica é desenvolvida com riqueza e profundidade de referências bibliográficas, numa reflexão teórica que lida com fluidez sobre uma vasta bibliografia, incluindo referências clássicas e contemporâneas, que extrapolam o campo do design.

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h