PROGRAMAÇÃO

expedição rios e ruas

expedição rios e ruas

Os rios urbanos no Brasil e no exterior são o tema central da Expedição Rios e Ruas, que acontece no Museu da Casa Brasileira no dia 8 de novembro às 15h, com entrada gratuita. Em celebração ao Dia do Urbanismo (8.11), a atividade é voltada às pessoas de todas as idades e tem início com uma conversa entre o público e os especialistas José Bueno (arquiteto e urbanista), Luiz de Campos Jr. (geógrafo) e Caren Lissa Harayama (paisagista). Em seguida, a expedição seguirá ao redor do MCB para explorar a presença de nascentes ou riachos na região e aprofundar o sentido de pertencimento e apropriação da cidade.

A atividade começa com a montagem de um mapa quebra-cabeça de 12m² que representa a diversidade de rios e riachos que ainda vivem sob a cidade de São Paulo e ilustra a riqueza hídrica despercebida pela população. A partir do estímulo do mapa, inicia-se uma breve palestra seguida de um diálogo com José, Luiz e Caren, que utilizam imagens, gráficos e filmes sobre a temática dos rios urbanos no Brasil e no mundo. Em seguida, a expedição ao redor do MCB reforçará a aprendizagem pela natureza experiencial, exploratória e investigativa das águas que fluem no território urbano. O objetivo é despertar a percepção dos participantes acerca das águas como elemento central no desenvolvimento das cidades e do papel dos cidadãos, não só como consumidores dos recursos hídricos, mas como agentes educadores para sustentabilidade.

“São Paulo é uma das maiores cidades do mundo e cresceu em uma área com expressiva diversidade de biomas entre as bacias do Rio Pinheiros e do Rio Tietê. O extraordinário crescimento e o tipo de desenvolvimento urbano da cidade soterraram, nos últimos 100 anos, mais de 1.500km de córregos e riachos. A mesma lógica de desenvolvimento está presente em centenas de cidades pelo Brasil, desprezando a importância da preservação e cuidado com as águas”, afirmam os especialistas. “Como consequência, a população em centros urbanos tem sido levada a acreditar que os rios são inimigos do cidadão, pois trazem mau cheiro, doenças, inundações, impedem a ocupação e prejudicam o fluxo do trânsito. Tal crença justifica o progressivo soterramento da malha hidrográfica que comumente se revela no verão – época das chuvas – quando muitos rios voltam a fluir sobre as ruas da cidade.”

A Expedição Rios e Ruas tem patrocínio da AkzoNobel e apoio da Atlas Cerâmica, Mackenzie e Mack Pesquisa.   

Sobre Caren Lissa Harayama

Paisagista permacultora com especialização vivencial na Fazenda de Agricultura Natural de Masanobu Fukuoka no Japão. Trabalha com regeneração do ambiente urbano, aplicando Geobiologia Permacultura, Feng Shui, Paisagismo Energético e Regenerativo. Anfitriã de Práticas de empatia entre Natureza, pessoas e cidade. Empreendedora Social na Comunidade Ser. Faz parte da Rede Líderes do Coração. Cocriadora do Inovacidade.

Sobre Luiz de Campos Jr.
Geógrafo, associado-fundador do Instituto Futuro Educação, netweaver da Escola de Redes e cocriador da iniciativa Rios e Ruas, Luiz tem formação nas áreas Ciências da Terra, Gestão Ambiental e Educação. Trabalha com a temática dos Córregos Invisíveis da cidade de São Paulo desde 1995, tanto como pesquisador, quanto como educador e formador de educadores. 

Serviço

8 de novembro às 15h – Entrada gratuita

Apoio: Atlas Cerâmica, Atlas Cerâmica; Mackenzie; Mack Pesquisa
Patrocínio: Akzo Nobel

RECEBA NOSSA PROGRAMAÇÃO

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório
Entrar em contato

ter. a dom. das 10h às 18h