« VOLTAR

Música no MCB | Danilo Gonzaga Moura


Marcado pela MPB e por influência latino-americana, o repertório de Danilo Gonzaga Moura será apresentado pelo Museu da Casa Brasileira, no lançamento do álbum “Alta Velocidade Parada”, que acontece em 12 de agosto, domingo, às 11h. 

O CD, produzido pelo próprio Danilo e pela cantora argentina Paola Albano, é o primeiro trabalho solo do cantor e compositor. O resultado do projeto é a união de um repertório autoral que dialoga com a poesia.

Danilo Gonzaga Moura dedica-se profissionalmente à música há cerca de dez anos. Em 2015, com o Trio José, lançou seu primeiro trabalho, o álbum Puisia, dedicado especialmente ao poeta Juca da Angélica. Mais recentemente, Danilo lançou o projeto “Sampaio´70”, um tributo ao compositor e cantor Sérgio Sampaio.

 

Repertório:

1. Alta velocidade parada (Danilo G. Moura e Paulo Nunes) arr. Lisandro Massa

2. Queixa antiga (Cassiano Ricardo e Joca Freire)  arr. Roberto Calvo

3. Na lona (Saulo Alves e Paulo Nunes) arr. Thadeu Romano

4. Competição (Cassiano Ricardo e Joca Freire)

5. Mais perto (Danilo G. Moura e Paulo Nunes)

6. Manhãs eternas (Danilo G. Moura, Paola Albano e Paulo Nunes)

7. El segundo viaje (Vicente Cerveras Salinas e Wagner Dias) arr. Marcio Roldan

8. Chuva fina (Sergio Sampaio) arr. Gabriel Deodato

9. Sem tempo (Danilo G. Moura e Paulo Nunes)

10. Esencia (Danilo G. Moura e Paola Albano)

11. Arquivado (Saulo Alves e Paulo Nunes) arr. Silvana Albano

12. Última canção (Danilo G. Moura e Paulo Nunes)

 

SERVIÇO:
Música no MCB – 19ª temporada

Danilo Gonzaga Moura
12 de agosto, domingo, às 11h
Entrada gratuita
Local: Museu da Casa Brasileira
Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032.3727

 

Sobre o projeto Música no MCB
Com edições contínuas desde 1999, o projeto Música no MCB já beneficiou mais de 240 mil pessoas, que tiveram acesso gratuito a shows de grupos como Pau Brasil, Zimbo Trio, Projeto Coisa Fina, Orquestra Bachiana Jovem, Grupo Aum, Mawaca e Traditional Jazz Band, entre outros. As apresentações, que acontecem em palco montado no terraço do Museu da Casa Brasileira entre os meses de março e dezembro, reúnem atualmente cerca de 400 espectadores em média a cada domingo.