« VOLTAR

Comissão julgadora do 31º Prêmio Design MCB - Produtos

Conheça a comissão julgadora do 31º Prêmio Design MCB das categorias de Produtos: Construção, Eletroeletrônicos, Iluminação, Mobiliário, Têxteis, Transportes e Utensílios.

 

Marcelo Oliveira - foto Sergio Castro
Marcelo Oliveira – coordenador

Consultor e gestor de engenharia de projetos da Equipaer Indústria Aeronáutica Ltda, com experiência na área de desenho industrial com foco em projeto de veículos, Marcelo Oliveira atua, principalmente, com projetos de aeronaves leves e estruturas aeronáuticas. A sua vasta formação acadêmica conta com graduação em desenho industrial pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde também fez mestrado em compósitos avançados, doutorado em arquitetura e urbanismo, além de lecionar e coordenar o curso de Design. Na FAU-USP, é professor do departamento de projetos.

Categoria Construção


Lucas Fehr

Graduado (1987), mestre (1999) e doutor (2010) em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo, atualmente é professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde coordena o Mosaico Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo e integra o grupo de pesquisa Cultura e Sociedade. Arquiteto-sócio do Estúdio América de Arquitetura SS Ltda, é coautor de projetos vencedores em concursos de arquitetura como o do Teatro Castro Alves (Salvador-BA); Complexo Paineiras Corcovado (Rio de Janeiro-RJ); Novas Tipologias de Habitação de Interesse Social Sustentáveis, CDHUSP, Ponte Nova (Blumenau-SC); e a obra premiada pela APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte – em 2011, Museo de La Memoria, em Santiago (Chile).


Renato Kinker

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo (1991) e mestre pelo IPT – Instituto de Pesquisa Tecnológicas de São Paulo (2009), atua como docente nas disciplinas de projeto da Universidade Presbiteriana Mackenzie e do Istituto Europeo Di Design. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Projeto de Arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente nos temas: projeto arquitetônico, custos de obra, computação gráfica e planejamento de obra.


Vania Chene

Cursou Design de Interiores no Instituto Nobel de Tecnologia e frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Farias Brito. Após ter morado por dois anos em Londres, retornou ao Brasil e fez curso técnico de fotografia profissional no Senac. Hoje atua como autônoma em vários segmentos da área, trabalhando frequentemente com residências e, mais eventualmente, lojas, escritórios, além de consultorias. Em 2002, fez o projeto da SPFW, no prédio da Bienal de São Paulo. Além disso, participou de outras cinco edições com projetos de espaço de patrocinadores e cenários de desfile. Em 1999 foi finalista do prêmio Espaço D com o projeto de uma reforma residencial. Já em 2015, ganhou o prêmio Casa Claudia no segmento Casa de Campo.


Categoria Eletroeletrônicos


Alfredo Farné

Com formação em Projeto Mecânico no Instituto Técnico Industrial ITIS (Bologna –Itália) e em Design e Comunicação da Universidade de Bologna (Itália), ganhou em 1984 a concorrência internacional para projetar o novo ônibus de Paris. Em seguida, mudou-se para França, onde fundou os escritórios CRIC e Farné-Roulet Design, trabalhando em Paris por 16 anos. Foi consultor de ergonomia e conforto de toda a rede ferroviária francesa. Atualmente dirige a Farné Design e Comunicação Ltda., empresa especializada em design, arquitetura comercial e branding. Entre 2007 e 2008, lecionou design industrial no curso de MBA da Universidade Rio Branco, de São Paulo. Coordenou a fundação do curso Master de Industrial Design do Istituto Europeo Di Design em São Paulo. Na arquitetura comercial e visual merchandising, redesenhou a rede Amor aos Pedaços, todas as agências do Banco Boavista e do Banco Crédit Agricole, na França, e desenvolveu o projeto arquitetônico do Octávio Café, em São Paulo. É palestrante internacional de ‘A estética do belo (semiologia e emoção) e ‘Design e inovação’.


Luis Alexandre Ogasawara

Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, especialista em Psicologia Analítica Junguiana pelo IJEP, onde estuda os diálogos intrapsíquicos modeladores da relação professor-aluno, possui graduação em Desenho Industrial e especialização em Marketing pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, e é técnico em projeto de moldes para injeção de termoplásticos pela Escola Técnica Protec. Atua como analista junguiano, consultor em design e professor no curso de Design da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde também ministra disciplinas na área de Projeto de Design e Semiótica e é mentor da Empresa Junior de Design.


Categoria Iluminação


Fabio Falanghe 

Graduado em Desenho Industrial pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pelo Istituto Europeo di Design, em Milão, desde o início de sua carreira esteve envolvido com o universo da iluminação. Com Giorgio Giorgi, de quem foi aluno, projetou a luminária “sss…” para a Lumini, em 1988. Rebatizada de Floppy, a peça integrou o catálogo Sidecar/Artemide (Itália), sendo vendida nos EUA, países da Europa e Japão. A convite de Carlo Forcolini trabalhou na primeira coleção da Nemo Srl, na Itália, em 1992. Sob o selo E27, Falanghe e Giorgi fabricaram luminárias desenhadas pela dupla e por designers da mesma filosofia. Participaram de diversas exposições e premiações nacionais e internacionais, como o Espaço Curto Circuito, com Guinter Parshalk, e na mostra paralela do 13º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, com Ricardo Heder. Desta premiação, integrou o júri da 12ª, 13ª e 21ª edição. Com a Lumini, desenvolveu luminárias para a MetrôRio e Volkswagen Brasil. Em 2012, com a luminária Ginga (Falanghe | Giorgi), recebeu o prêmio Good Design (USA) e, no ano seguinte, menções honrosas no German Design Award e 27° Prêmio Design MCB. Atualmente dirige o estúdio Luz ao Cubo, atuando em projetos de iluminação e design de produtos, tendo como principais clientes as marcas Rolex, Reka e La Lampe.


Giorgio Giorgi 

Designer doutorado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, onde leciona desde 1989, coordenou a comissão julgadora do Prêmio Design MCB em 2009 e 2011. Como titular do estúdio ‘Objeto não identificado’ (1986-94) e da ‘E27 Luminárias’ (1994-2004), sempre em parceria com Fabio Falanghe, teve projetos e produtos fabricados, publicados, exibidos e premiados, tanto no país como no exterior. Entre 2005 e 2015 coordenou o curso de especialização em Design para a Movelaria junto ao Senac-SP.


Olavo Aranha 

Graduado em Desenho Industrial pela Fundação Armando Alvares Penteado (1987) e mestre em Industrial Design pelo Central Saint Martins College of Art and Design (Reino Unido, 1993), leciona no curso de Design da FAU-Mackenzie. Atuou em design automobilístico, gráfico, linha branca, linha marrom e luminotécnica.


Categoria Mobiliário 


Daniel Candia 

Atualmente professor de Projeto e Expressão e Representação da FAU-Mackenzie, onde fez graduação (2002) e mestrado (2004), lecionou, entre 2005 e 2012, nos cursos técnicos de Edificações, Design de Interiores e coordenou o curso de Design de Móveis do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Desenvolveu diversos projetos na área da arquitetura promocional, interiores e mobiliário. Participou em diversos concursos de arquitetura como integrante de equipe, consultor e orientador.


Daniel Nishiwaki 
Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, é sócio-diretor do escritório Waki Design. Premiado no IdeaBrasil, em 2009, participou das exposições Fresh form Brasil, em Nova Iorque (EUA); exposição IDEA/Brasil 2009, em São Paulo (SP); exposição Premiados IDEA/Brasil 2009, em Curitiba (PR); Design Korea 2010, em Seul (Coreia do Sul); e no Museu da Casa Brasileira em 2011. Participa do blog ‘Falando de Design’, que reúne diversos profissionais da área discutindo design de produto.


Mauro Claro

Doutor em Arquitetura e Urbanismo pela USP, desde fevereiro de 1999 é professor-pesquisador na FAU-Mackenzie. Pesquisa teoria e história do design, modernidade e pós-modernidade, métodos de projeto em arquitetura, urbanismo e design e gestão compartilhada. É coordenador do grupo de pesquisa Questões urbanas: design, arquitetura, planejamento e paisagem, na FAU-UPM. Tem um livro e artigos publicados em periódicos científicos e anais de congressos. Em 2015, coordenou o workshop de projeto urbano ‘Wat-Unesco Tiquatira’, em São Paulo, e a elaboração do atual projeto pedagógico do curso de Design da FAU-UPM (2013-2014). Também instruiu os pedidos de proteção do conjunto arquitetônico da Unilabor, aceitos pelo Conpresp, Condephaat e Iphan, incluindo a Capela do Cristo Operário e os murais de Alfredo Volpi, que resultaram no tombamento daquele conjunto como patrimônio cultural em 2002.


Ricardo Rangel

Designer industrial graduado pela FAAP-SP e engenheiro mecânico pela Escola de Engenharia de Mauá, se especializou no desenvolvimento de produtos e serviços para o mercado de arquitetura e construção. Com projetos voltados para o mercado de escritórios corporativos, hoteleiro, comercial e residencial decorativo, seu trabalho se destaca pelo design de classe mundial com foco em resultado e experiência do usuário. Ao longo dos anos, acumulou experiência trabalhando em grandes especificadores, como o escritório Athié Wohnrath, participando das principais feiras internacionais do setor e realizando projetos importantes para empresas como Tok&Stok, Embraer, Cavaletti, Novara, Unit, Itaim Iluminação entre outros. Reconhecido nacional e internacionalmente, foi premiado no 20º Prêmio Design MCB. Em 2007, concluiu o mestrado de Design Estratégico no Istituto Europeo di Design.


Categoria Têxteis 


Débora Carammaschi

Mestre em Educação, Arte e História da Cultura e especialista em História da Indumentária e da Moda, é delegada de cultura no Conselho de Políticas de Cultura no Ministério da Cultura – Setorial de Design. Articuladora e facilitadora em políticas educacionais e gestão de recursos humanos, pesquisa moda e cultura contemporânea. É sócio-fundadora da Patriamada Consultoria em Educação e Projetos e professora de design sociocultural.


Júlia Baruque-Ramos

Professora associada no curso de graduação e no programa de pós-graduação em Têxtil e Moda da Universidade de São Paulo, é graduada, mestre e doutora em Engenharia Química. Suas principais linhas de pesquisa são fibras têxteis vegetais brasileiras e reciclagem têxtil.


Categoria Transportes 


Carlos Marcelo Teixeira 

Arquiteto e mestre em arquitetura e design, tem mais de 25 anos de experiência criativa nos ramos de arte, arquitetura e design, atuando nas áreas de gestão, estratégia e inovação, concepção e desenvolvimento de produtos, ambientes e transportation (aeronaves e embarcações). Especialista em mercado de luxo, foi o Head Designer da Embraer durante oito anos, onde trabalhou em conjunto com renomados escritórios como BMW Designworks USA (California) e Priestman Goode (Londres). Além de já ter lecionado em programas de graduação e pós-graduação do Senac e do Istituto Europeo Di Design nas áreas de design de interiores, design estratégico, industrial design, transportation design e gestão de marketing, ministra palestras em conferências nacionais e internacionais. Atualmente, além de ser o Creative Director do estúdio que leva o seu nome, é professor de Projeto da FAU-Mackenzie e coordenador da pós-graduação em Design de Interiores da FAAP-SJC.


Indaia Militão da Silva

Graduada em Desenho Industrial Programação Visual pela FAAP, tem 20 anos de experiência como designer no segmento de transporte automotivo, têxtil e aeronáutico, com experiência internacional em mais de 15 países. Atualmente é designer com atendimento ao cliente para configuração de aeronaves executivas, e recentemente fundou a I’M, escritório focado em design.


Categoria Utensílios 


Cristiane Aun

Professora do Departamento de Projetos e vice-coordenadora do curso de Design da FAU USP, onde fez doutorado em Arquitetura e Urbanismo na área de Design e Arquitetura (2005), mestrado em Arquitetura e Urbanismo na área de Estruturas Ambientais Urbanas (2000), e licenciatura em Artes Plásticas (1991). Atua na área voltada para design de produto e de serviço, com foco em projetos de produtos cerâmicos, de mobiliário, equipamentos voltados para a saúde e lazer. Sua atuação na área de artes plásticas está relacionada à linguagem tridimensional e cerâmica. Suas recentes pesquisas englobam estudos sobre criatividade, processo criativo, modelos e protótipos, métodos de projeto e raciocínio em projeto.


Levi Girardi 

Designer formado pela FAAP-SP, dirige uma equipe de designers, pesquisadores, estrategistas e outros profissionais multidisciplinares que há 24 anos desenvolve projetos para empresas de diferentes áreas e portes. CEO e sócio-fundador do estúdio de design e inovação Questto|Nó, onde atende clientes como Ford Motor Co., Anheuser Bursch Inbev, Natura, Ambev, Samsung e LG Electronics, também participa do novo mercado de fomento a startups. Ao longo do tempo, conquistou importantes prêmios de design do mundo, como o iF Design Awards, por 16 vezes; 6 IDEA Awards/USA; Design Preis (Alemanha); Red Dots; Green Good Design; além de premiações no Brasil como o IDEA Brasil e o Prêmio Design MCB.