« VOLTAR

Escola e Museu: uma parceria possível e necessária, ganhador do Prêmio Territórios Educativos


No dia 25 de novembro, a partir das 9h, a EMEI Dona Leopoldina e o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, receberão o Prêmio Territórios Educativos, uma iniciativa do Instituto Tomie Ohtake, com parceria da Secretaria Municipal de Educação e patrocínio da Estácio. A ação busca reconhecer e fortalecer experiências pedagógicas que explorem oportunidades educativas do território onde a escola está inserida, integrando os saberes escolares e comunitários.

A premiação refere-se ao projeto “Escola e Museu: uma experiência possível e necessária”, desenvolvido há três anos pela EMEI Dona Leopoldina em conjunto ao Museu da Casa Brasileira, que busca aprofundar a discussão sobre a arte e o fazer artístico dos alunos. A partir desses estudos, as crianças e os professores da escola passaram a desenvolver curadorias conjuntas para a realização de exposições de desenhos produzidos pelos pequenos.

“Dessa forma, nasceu a ‘Casa na Árvore’, inaugurada em 11 de novembro. O projeto arquitetônico contou com a contribuição do MCB, que também colaboraram no detalhamento e incorporação de elementos da casa brasileira à proposta, com a participação da comunidade para sua construção”, explica Carlos Barmak, coordenador do Educativo do museu.

Programação - evento de encerramento do Prêmio Territórios Educativos
– 9h – Premiação;
– 10h – Exibição dos 10 vídeos dos projetos premiados;
– 12h – Ação poética realizada pelos professores, alunos e comunidade;
– 13h – Visita na exposição Julio Le Parc: Da Forma À Ação.

Local
Instituto Tomie Ohtake
Av.Brigadeiro Faria Lima, 201 – Pinheiros – São Paulo – SP

Informações
http://premioterritorioseducativos.org/

Conheça o manifesto ‘Sonhos e Realidades’, escrito pela EMEI Dona Leopoldina, sobre a ‘Casa na Árvore’:

SONHOS E REALIDADE
 
“Como se constrói uma casa?
Por onde se começa?
Antes da madeira, das telhas, é preciso que haja um desejo.
Aquele momento quando alguém diz:
“Que bom seria se eu tivesse uma casa!”
Se o desejo bate forte, ele se transforma em Sonho.
O Sonho é quando o desejo fica visível: a casa será amarela, terá uma varanda com rede…
Essa casa é um Sonho. Mas não se pode morar numa casa sonhada.
Os sonhos sozinhos são fracos.
Aí, para transformar a casa sonhada em casa de verdade,
o Sonho chama em seu socorro a Inteligência.
A Inteligência é o poder que torna possível a realização dos Sonhos.
Quando muitas pessoas sonham juntas, o mesmo sonho dessa grande casa,
chamada país, temos um povo.
É o povo que constrói a casa e o país.
Esta é uma das missões da educação: formar um povo. Ou seja, ajudar as pessoas a sonhar Sonhos comuns para que,
juntas, possam construir uma casa, um país.”
(Rubem Alves)
 
Sonhamos muito: crianças, pais, educadores, comunidade, e principalmente vocês, nossos parceiros. Transformamos nosso Sonho em realidade, a Casa na árvore .
Agora só falta transformarmos nosso país em um lugar melhor, mas isso depende de cada um de nós!
Se deseja, sonhe,
Se sonha, realize!
Mãos a obra!

Equipe da EMEI Dona Leopoldina